Comandos de código G na impressão 3D – Aprenda a linguagem da sua impressora 3D!

Código G ou código GCode. Provavelmente já ouviu este termo ou já o leu no glossário se já estiver um pouco familiarizado com a impressão 3D. Neste artigo vou dizer-vos o que é o código G e para que é utilizado na impressão 3D. Também lhe mostro quais os comandos de código G que são importantes para si se quiser iniciar a impressão em 3D ou se já tiver começado.

Código G: O que é e para que é utilizado?

Impressora 3D não pode fazer muito com os modelos 3D nos formatos .Stl, .obj etc., porque neles a forma geométrica é armazenada, mas não como a impressora 3D deve lidar com esta forma. “Quão rápido deve o modelo ser impresso na camada número 5?” e perguntas semelhantes têm de ser respondidas para a impressora 3D. As respostas estão no código G, que é assim a linguagem da impressora 3D. Só com um código G é que a impressora sabe o que fazer.

O cortador traduz o modelo 3D em código G e também insere dados relevantes para a máquina. Estes foram definidos exactamente para a impressora 3D utilizada. Isto significa que o código G que criou para o seu kit de impressora 3D, como a impressora Creality CR-10, não funcionará para o seu amigo com um Ultimaker 2.

Para tal, as definições relevantes para a máquina teriam de ser revistas. Estes incluem, por exemplo, o tamanho da cama de impressão. Se esta configuração estiver incorrecta, a impressora começará no meio da cama de impressão para si e talvez até fora dela para o seu amigo.

Portanto, é uma vantagem ter um conhecimento básico dos códigos G, a fim de compreender códigos defeituosos e poder melhorá-los se necessário. Note-se que alguns comandos começam com a letra G e outros com um M.

Os comandos de código G frequentemente utilizados e o seu significado

A seguir, vou mostrar-vos o que significa o respectivo comando do código G, que individualizações são possíveis e como pode ser esse comando do código G.

G1-O Comando de Movimento Linear

O comando G1 é o que a sua impressora 3D faz a maior parte do tempo. É por isso que não é mau olhar mais de perto para ela. G1 diz à sua impressora para viajar em linha recta até ao ponto seguinte. Pode usar este comando para controlar um ou mais eixos.

Nota: A extrusora é controlada como qualquer outro eixo. Isto permite controlar o fluxo de material (extrusão) e a retracção do filamento.

Valores:
Se especificar X, Y, e Z, pode dizer à impressora para que pontos se deve deslocar. Note-se, contudo , que estes comandos são executados de acordo com o tipo de posicionamento (absoluto/relativo) e, portanto, ou se deslocam para a coordenada exacta ou para a distância até ao ponto actual.

Se adicionar um comando E, pode especificar se a impressora 3D também deve extrudir pelo caminho, e em caso afirmativo, quanto. Note-se que o comprimento da extrusão se refere ao material que é empurrado para dentro do bocal pelo alimentador. Assim, se disser à sua impressora para extrudir 10mm, o comprimento que sai do bocal não é também 10mm, mas muito mais longo. Isto porque o filamento tem um diâmetro de 1,75 mm ou 2,85 mm e o bocal geralmente apenas 0,4 mm. Portanto, os valores E do cortador são menores do que a distância que a impressora tem de percorrer.

O comando F diz à sua impressora a velocidade a que deve executar o respectivo movimento. Esta velocidade é sempre dada em mm/min, mesmo que se tenha seleccionado mm/s no cortador. Portanto, não se surpreenda se os valores convertidos estiverem no código G.

Muitas impressoras 3D só precisam dos valores para os eixos que devem ser realmente deslocados. Se quiser que apenas o eixo X se mova, acrescente X e um valor F para a velocidade.

Exemplos:

Exemplo de código G1Descrição
G1 X0 Y0 F2400Viagem no leito de aquecimento para o ponto X=0, Y=0 a uma velocidade de 2400 mm/min
G1 Z10 F1200Mover o eixo Z para o valor Z=10mm a uma velocidade de 1200 mm/min
G1 X30 E10 F1800Pressionar o filamento de 10mm no bocal enquanto se move no leito de aquecimento para o ponto X=30 mm a uma velocidade de 1800 mm/min.

G4-Pausa de impressão durante um certo tempo

Com o comando G4 tem a possibilidade de fazer uma pausa na sua impressora durante um certo tempo.

Valores:

P000– A impressora espera por um certo tempo em milissegundos

S000– A impressora espera um certo tempo em segundos (Este comando aplica-se apenas a Repetier, Marlin, RepRap Firmware e Smoothieware).

Exemplos:

Exemplo de código G4Descrição
G1 P500Esperar 500 milissegundos e não fazer nada durante este tempo – Durante este tempo todos os parâmetros da impressora, tais como a temperatura do leito térmico, etc., são mantidos para que não tenha de se preocupar em estragar a sua impressão.

G21-Modificar as unidades em milímetros

Na verdade, não deve acontecer com frequência que tenha de usar este comando, porque quase todas as impressoras 3D são definidas por defeito na unidade [mm] trabalho. No entanto, não pode fazer mal ter este código em mente se pensar que a sua impressora está definida para polegadas.

Valores:

Nenhum

Exemplo:

G21

G28-Does a casa

Este comando faz com que a sua impressora 3D execute a chamada “homing”. Quando a cabeça de impressão regressa ao seu “ponto zero”, que atingiu quando se aproximou das paragens finais para todos os eixos (X, Y e Z). Esta é uma operação importante porque a cabeça de impressão tem então o mesmo ponto de partida para cada impressão. Os caminhos no código G são especificados a partir deste ponto de partida. Sem esta referência a um ponto específico, a impressão em 3D não poderia ser feita razoavelmente. No final de uma impressão, este comando é também frequentemente executado. Isto torna mais fácil deitar abaixo os modelos impressos em 3D.

Valores:
Se não forem especificados valores, a sua impressora irá deslocar-se para as paragens finais dos três eixos. No entanto, pode também determinar por si próprio quais os eixos que se devem aproximar, bastando para isso acrescentar as letras X, Y ou Z.

Exemplos:

Exemplo de código G20Descrição
G28Acolhimento para todos os eixos (X, Y e Z)
G28 X YAcolhimento para os eixos X e Y
G28 ZAcolhimento apenas para o eixo Z

G90 e G91 – Definição do modo de posicionamento (Positioning Mode)

A sua impressora pode efectuar o posicionamento quer absoluta quer relativamente:

  • Posicionamento absoluto: É aqui que dá à sua impressora 3D as coordenadas exactas para X, Y ou Z para onde deve deslocar-se. Para o fazer, usar o comando G90.
  • Posicionamento relativo: Isto diz à sua impressora 3D o quão longe deve deslocar-se da sua posição actual (X,Y,Z) na direcção (X,Y,Z). Isto funciona com o comando G91.

Provavelmente encontrará mais frequentemente o posicionamento absoluto nos seus códigos G, porque o cortador já conhece as coordenadas exactas dos três eixos e utiliza-as para determinar a posição absoluta.

Valores:
Nenhuma.

Exemplos:

Exemplo de código G90Descrição
G90Utilizar posicionamento absoluto para os três eixos
G1 X10 F3600Avançar no leito de aquecimento para o ponto X=10mm à velocidade de 3600 mm/min (F3600)
G1 X20 F3600Viagem no leito de aquecimento para o ponto X=20mm a uma velocidade de 3600 mm/min

G91 Exemplo de códigoDescrição
G91Utilizar posicionamento relativo para os três eixos
G1 X10 F3600Deslocar-se da posição actual no leito de aquecimento 10mm para a direita a uma velocidade de 3600 mm/min
G1 X10 F3600Deslocar-se da posição actual no leito de aquecimento mais 10mm para a direita a uma velocidade de 3600 mm/min

G92-Fixar a posição actual (Posição actual)

Use este comando se quiser definir a posição actual dos seus eixos. Desta forma, pode compensar compensações em certos eixos. Isto é frequentemente utilizado em conjunto com a extrusora, ou seja, o “eixo E”, para determinar a posição do filamento. Pode utilizar isto para anular a posição actual do filamento e todos os outros comandos relacionados com a extrusora utilizarão esta posição como um ponto de referência.

Valores:
Determine a coordenada absoluta para o eixo que deseja escrever por cima com o comando G92. Isto funciona para X, Y, Z e também E. Se omitir um eixo, o seu valor não é sobre-escrito com a posição actual.

Exemplos:

G92 Exemplo de códigoDescrição
G92 E0Ajustar a posição actual do filamento para E=0 na extrusora.
G1 E10 F800Extrudar filamento com um comprimento de 10mm

Comandos M104 e M109 para ajuste da temperatura da extrusora

Estes dois comandos de código G são utilizados para definir o ajuste da temperatura da extrusora.

  • M104: Este comando começa a aquecer a extrusora e permite a execução directa de outros comandos.
  • M109: Este comando resulta em esperar até que a temperatura desejada da extrusora seja atingida. Só então poderão ser executados outros comandos.

Provavelmente verá o comando do código G M109 mais frequentemente, caso contrário pode acontecer que a impressão comece antes mesmo de a temperatura desejada ser atingida.

Os códigos G de cada impressora 3D são assim?

Enquanto M104 e M109 são utilizados a maior parte do tempo, há também casos em que são utilizados outros comandos. Isto ocorre, por exemplo, quando a impressora lê códigos .x3g em vez de ficheiros .gcode. Depois é utilizado M133 em vez do comando M109. Algumas impressoras 3D (Flashforge Dreamer, Dremel ou similares) usam o comando M6. Isto depende do firmware utilizado.

Valores:

  • Com o valor S pode definir a temperatura da extrusora em graus Celsius (S190= 190 graus Celsius).
  • Utilizar o valor T é melhor se a sua impressora 3D tiver várias extrusoras e quiser trazer uma específica para a temperatura desejada. Normalmente, T0 é então a extrusora direita, enquanto que T1 descreve então a extrusora esquerda.

Exemplos:

Exemplo de código M104Descrição
M104 S190 T0Começar a aquecer T0 a 190 graus Celsius.
G28 X0Efectuar o homing para o eixo X enquanto a extrusora ainda está a aquecer.
M109 S190 T0Esperar até que T0 tenha atingido a temperatura de 190 graus Celsius para depois poder executar outros comandos.

M106 Fan Speed Control (Definir velocidade do ventilador)

O comando M106 permite-lhe definir a velocidade do ventilador dos componentes da sua impressora 3D. Note que a sua impressora pode também ter um ventilador que arrefece a extrusora. Por isso, deve primeiro verificar se está a controlar o ventilador certo. Também é possível que ainda não tenha instalado um ventilador de componentes.

Valores:
Aqui o valor S determina a velocidade do ventilador, onde 0=off e 255=100% de velocidade.

Exemplos:

Exemplo de código M106Descrição
M106 S255Ajustar a velocidade do ventilador para 100%.
M106 S127Ajustar a velocidade do ventilador para aproximadamente 50%. (255/2=127,5)
M106 S0Desligar completamente o ventilador.

Comandos de código M140 e M190-G para a regulação da temperatura da cama de aquecimento (Comandos de aquecimento da cama)

Com os comandos M140 e M190, determina-se a regulação da temperatura do leito de aquecimento da mesma forma que com os comandos M104 e M109 acima descritos.

  • M140: Este comando começa a aquecer o leito de aquecimento e permite a execução directa de outros comandos.
  • M190: Este comando faz com que o sistema espere até ser atingida a temperatura desejada do leito de aquecimento. Só então poderão ser executados outros comandos.

Note-se que a cama de aquecimento pode demorar algum tempo a aquecer. Não fique surpreendido se a sua impressora 3D parar de repente durante a impressão (para M190) até que esta seja retomada.

Muitas vezes o comando M140 é colocado no início do código G para depois poder executar os outros comandos, tais como homing, etc. Antes do início da impressão, contudo, deve ser instalado um comando M190 para assegurar uma temperatura estável para a primeira camada.

Isto aplica-se a todas as impressoras 3D?

Tal como com os comandos M104 e M109, isto também depende do firmware utilizado. Se a sua impressora 3D lê ficheiros .x3g então usa-se M134 em vez de M190 e para impressoras Flashforge Dreamer, Dremel ou similares usa-se M7.

Valores:

Com o valor S pode regular a temperatura do leito de aquecimento em graus Celsius (S30= 30 graus Celsius). Uma vez que a maioria das impressoras 3D tem apenas uma cama de aquecimento, não é necessário qualquer outro ajuste, etc.

Exemplos:

Exemplo de código M140 / M190Descrição
M140 S50Começar a aquecer o leito de aquecimento a 50 graus Celsius.
G28Efectuar a colocação de todos os eixos e aquecer o leito de aquecimento a 50 graus Celsius ao mesmo tempo.
M190 S50Esperar até que a temperatura de 50 graus Celsius seja atingida para que o leito de aquecimento possa então executar outros comandos.

Seguem-se mais comandos GCode para a sua impressora 3D.

Código G em impressão 3D: FAQ

Aqui estão algumas questões que são frequentemente colocadas.

A forma mais fácil, claro, é através da utilização de um cortador. Isto transforma um modelo 3D (.stl/.obj…) na linguagem de leitura óptica. Todos os cortadores podem criar o código Gcode. Só tem de se certificar de que selecciona a sua impressora nos perfis existentes da cortadora ou a cria manualmente e especificar, por exemplo, o tamanho das camas de impressão, o número de Hotend, etc.

Não, é possível criar códigos Gcode através do AutoCad, mas estes não se destinam principalmente à impressão 3D. Use Slicer para isto em seu lugar.

Normalmente é possível preencher os cartões de memória ou pen drives utilizados com os códigos G apropriados e iniciar a impressora. No entanto, pode também enviar os dados de impressão para algumas impressoras 3D via WiFi – cada vez mais também via soluções de bordo. Para tal, devem activar as funções através do módulo Wifi. Mas também é possível ligar as suas impressoras 3D com Octo Print e Raspberry.

Similar Posts